... and Metal for All: Kreator
publicado por Lex
(Esta semana o "... and Metal for All" aparece um dia mais cedo por motivos de agenda, mas para a próxima semana retomará o seu dia habitual, às sextas.)
Todos os pretextos são bons para falar de uma das bandas mais antigas e carismáticas do Thrash mundial. Mas este pretexto é especialmente gratificante: a sua actuação no próximo dia 30, no Teatro Sá da Bandeira, na Invicta.
Muitos dos leitores deste blog talvez não fossem sequer nascidos quando os Kreator começaram a dar cartas na cena, mas que isso não seja desculpa para não os conhecer. Eles são antigos, sim, mas estão aí para as curvas e muito capazes de conquistar ainda e sempre novos admiradores. Prova disso era o grupo de jovens que se encontrava na fila para os bilhetes aqui há uns dias. Não teriam mais de 15 anos mas o entusiasmo era claro.

A sua última aparição em terras lusas foi no Festival Marés Negras (de edição única, infelizmente), em Setembro de 2007. Foi na altura em que me estreei nas lides das crónicas do Galáxia, e isso valeu-lhes a 'subida honra' de figurarem no meu primeiro texto, eheh.


Estes alemães começaram a marcar presença nos ouvidos dos metaleiros no longínquo ano de 1985, com o álbum "Endless Pain". No ano seguinte lançaram aquele que ainda hoje é considerado como um dos melhores do seu estilo: "Pleasure to Kill".
De lá para cá conseguiram manter uma actividade regular, sendo que o maior intervalo entre álbuns editados foi precisamente entre o penúltimo ("Enemy of God") e o mais recente. Constantes, consistentes e confirmados como um dos pilares do Thrash europeu, Mille Petrozza e companhia prometem continuar a dar cartas até que os seus ossos lho permitam. Eles alcançaram um lugar tal no pedestal das inspirações do Metal, que muito dificilmente de lá descerão. São como os bons vinhos, está mais do que visto.

Deixo-vos com o novíssimo "Hordes of Chaos", que certamente será o núcleo do concerto de hoje a oito dias. Espero no entanto que não deixem de lado as já imortais "Impossible Brutality" ou "Enemy of God".


Pass: galaxiaartes.blogspot.com

1. "Hordes of Chaos (A Necrologue for the Elite)" - 5:04
2. "Warcurse" - 4:10
3. "Escalation" - 3:24
4. "Amok Run" - 4:12
5. "Destroy What Destroys You" - 3:13
6. "Radical Resistance" - 3:43
7. "Absolute Misanthropy" - 3:37
8. "To the Afterborn" - 4:53
9. "Corpses of Liberty" - 0:55
10. "Demon Prince" - 5:16

Aconselho quem o puder fazer a ir ao Sá da Bandeira no dia 30, pois anuncia-se uma noite muito bem passada. Para além de Kreator, também os suíços Eluveitie vão brindar o público com um bom folk, enquanto que os Caliban e os Emergency Gate vão dar o tom mais hardcore ao evento. É sempre preciso um ou outro momento de pausa para ir refrescar a garganta ao bar e pôr a conversa em dia, não é verdade? :-D


"Impossible Brutality". Brutal, mesmo.


\m/

Marcadores: , , ,

Deixa-nos a tua opinião sobre este post:

Postar um comentário

22/01/2009 02:27 |Blogger Covenant  
Kreator já foram melhores, bem melhores.

Lançaram coisinhas muito más (tendo em conta o legado da banda dentro do Thrash Alemão).

Têm vindo a melhorar, mas já não lançam coisa com a qualidade de antigamente. Até gostava de os ir ver, mas não dá.
23/01/2009 22:51 |Blogger Dave \m/  
Kreator é muito bom mesmo! Curiosamente descobri-os à pouco tempo, e ficou com lugar cativo no mp3. Eluveitie também está na mesma circunstância, e a esses ouvi mesmo falar aqui no "...and metal for all". Só não vou ao porto no dia 30 porque é mesmo impossível. Fica para outra ocasião em que esses deuses Thrashers passem por cá. XP
(c)2009 A Outra Galáxia | aoutragalaxia@gmail.com
Optimizado para Firefox 3+ e Internet Explorer 7+ a 1280*1024