... and Metal for All: A-Lex
publicado por Lex
Os Sepultura, nome de referência para o Death Metal mundial desde há muitos anos, estão aí com novo álbum, o 11º álbum da banda (ou do 5º, para aqueles que crêem que a banda terminou com a saída de Max Cavalera) . Num rasgo de generosidade, foram uns queridos e dedicaram-no... a mim.

Ok, era só para ver se vocês estavam atentos. :-D Mas que o seu mais recente registo de originais se chama "A-Lex", lá isso chama.
"A-lex" como em "Alex", talvez o mais famoso anti-herói da história do cinema da segunda metade do séc.XX, pois este é um álbum conceptual que teve por inspiração o livro de Anthony Burgess, que por sua vez deu origem ao filme de culto realizado pelo mítico Stanley Kubrick: "A Laranja Mecânica".
A primeira coisa que talvez salte à vista ao passar os olhos pelo alinhamento dos temas deste álbum é a repetição do nome "A-lex". Temos aqui quatro momentos "A-lex", mas não se trata de uma manobra fruto da preguiça. É, isso sim, uma maneira engenhosa de ir marcando a narração da estória com as mudanças no estado de espírito do personagem principal.

Mas a primeira nota de verdadeiro interesse deste trabalho apenas surge na terceira faixa, "Fithy Riot", quando nos encontramos novamente na presença das sonoridades mais tribais às quais a banda brasileira nos habituou. Daí em diante, o álbum vai agarrando uma pessoa, sempre seguindo o som dos Sepultura da era pós-Cavalera - não os originais.

Mas sabem que mais? Apesar de eu não esconder que acho que ainda nada ultrapassou o "Roots", devo dizer que este "A-Lex" não está nada mau. 
Esquecendo-me por momentos de que banda se trata, afastando da mente recordações antigas e abraçando este trabalho como algo completamente novo, feito a partir do nada, sem passado... está um bom álbum.

Pass: galaxiaartes.blogspot.com

01. A-lex I
02. Moloko Mesto
03. Filthy Rot
04. We've Lost You!
05. What I Do!
06. A-lex II
07. The Treatment
08. Metamorphosis
09. Sadistic Values
10. Forceful Behavior
11. Conform
12. A-lex III
13. The Experiment
14. Strike
15. Enough Said
16. Ludwig Van
17. Alex IV
18. Paradox

O som é directo e crú, a voz sai sem grandes rodeios e as músicas mais brutas encontram-se entrecortadas por momentos instrumentais - os "A-lex's". Para aqueles que desconhecem a estória do livro, poderá parecer estranho que pelo meio de todo o Metal apareça uma re-interpretação um tanto ou quanto fiel à 9ª Sinfonia de Beethoven, mas foi isso mesmo que os Sepultura fizeram. Quem já tiver visto o filme saberá que não se fala em Laranja Mecânica sem mencionar esse velho Mestre da música clássica.

Ter visto o filme não é absolutamente essencial para se poder gostar deste álbum, mas é uma ferramenta que certamente ajudará a compreendê-lo melhor e a apreciá-lo com mais intensidade. Por isso juntem o útil ao agradável, e boas audições cinematográficas.

\m/

Marcadores: , ,

Deixa-nos a tua opinião sobre este post:

Postar um comentário

13/02/2009 00:56 |Blogger Thaurer  
a-lex I
a-lex II
...

soulfly
soulfly II
soulfly III

eheh
nota-se que tamos todos em "familia" mesmo.
xD
13/02/2009 18:05 |Anonymous Anônimo  
ná, não convence...

sepultura sem o max e ainda por cima sem o igor é só mais uma banda. o rasgo criativo foi à vida.

mas boa cronica
(c)2009 A Outra Galáxia | aoutragalaxia@gmail.com
Optimizado para Firefox 3+ e Internet Explorer 7+ a 1280*1024