Ócio Crónico: Os piores de 2008!
publicado por Dr. Darkim

Primeiro de tudo tenho de me desculpar pela demora do post desta semana. Só neste momento é que tive oportunidade de me aproximar do portátil e escrever estas linhas. São apenas algumas horas de atraso e não posso dizer que não volta a acontecer já que como humanos simples não conseguimos adivinhar o dia de amanhã.

Esta semana foi marcada, não só pelo meu 22º aniversário e pelo carnaval, mas também pela entregas das famosas estatuetas douradas conhecidas como ÓSCARES (ocorrendo no mesmo dia em que assinalei mais um ano de vida).

Eu como não vi todos as peliculas nomeadas penso que não me devo pronunciar sobre o assunto, temendo que a minha opinião seja prematura, tendo apenas ficado surpreso com o "careca" do melhor actor (que, pela opinião de muitos, deveria ter sito entregue ao "ressuscitado" Mickey Rourke e não ao "leitoso" Sean Penn).

Assim sendo, vou anunciar aqui os vencedores dos piores de 2008 entregues na festa "esquecida" (quiçá?) que ocorreu no dia anterior aos óscares, a anual Razzie Awards, que entrou no seu 29º ano.


(Para visualizarem os nomeados basta visitarem o ócio crónico sobre a 29th annual razzie awards em http://galaxiaartes.blogspot.com/2009/01/cio-crnico-29th-annual-razzie-awards.html)

E os vencedores são:


PIOR FILME: The Love Guru


PIOR ACTOR: Mike Myers (The Love Guru)


PIOR ACTRIZ: Paris Hilton (The Hottie and the Nottie)


PIOR ACTRIZ SECUNDÁRIA: Paris Hilton (Repo! The Genetic Opera)


PIOR ACTOR SECUNDÁRIO: Pierce Brosnan (Mamma Mia!)


PIOR CASAL NO ECRÃ: Paris Hilton quer com Christine Lakin ou Joel David Moore (The Hottie and the Nottie)


PIOR PREQUELA, REMAKE, RIP-OFF OU SEQUELA (categoria combinada para 2008): Indiana Jones and The Kingdom of Crystal Skull


PIOR REALIZADOR: Uwe Boll (1968: Tunnel Rats & In The Name of the King)


PIOR ARGUMENTO: The Love Guru (Por Mike Myers e Graham Gordy)


PIOR CARREIRA: Uwe Boll (A resposta germânica a Ed Wood)



Da minha humilde opinião, houve alguma injustiça na atribuição destes prémios (como há sempre em cada festa de entrega).

The Love Guru não era merecedor dos prémios que recebeu, facto que deixou os senhores Jason Friedberg e Aaron Seltzer, que realizaram "Meet The Spartans" e "Disaster Movie" a respirarem de alívio, enquanto que merecia levar com as "amoras" contra que lhe deu a oportunidade de sequer se chamarem de realizadores (já que falamos nisto, podiam ter guardado a amora de pior realizador para estes senhores, já que Uwe Boll já tinha a certeza do prémio pela sua bela carreira).

É porque eu, de certeza, que consigo ver "The Love Guru" (Guru do Amor em português) vezes seguidas e conseguir dar umas pequenas gargalhadas. Já com os outros referidos, o que posso dizer mais é "epa vai mas é plantar batatas"!

O mesmo falo na categoria de Pior Actor, mas acho que há algo contra Mike Myers pós Austin Powers e Shrek. Ou então é impressão minha, mas Larry the Cable Guy tinha mais hipóteses.


Não é engraçado ver a senhor Hilton receber ambos os prémios para pior actriz principal e secundária?! E para quem conhece os filmes, é como que receber uma palmada, uma traulitada e um aviso, já que premeiam a senhora pelo profissionalismo em ambas as artes de actuar e cantar!

Ora é bem feita (se bem que ela pouco se importa com isto e há de continuar a fazer o que ela pensa que sabe fazer).

E olhem que os senhores das amoras tinham uma escolha dificil (vejam a lista de nomeados para perceberem).


Pierce Brosnan não sabe cantar........ yo!

Se bem que não percebo bem como ele conseguiu ganhar isto... já que os outros nomeados tinham mais hipóteses.


Pior casal encontra-se bem entregue, se bem que os que acompanham a senhora Hilton não têm culpa.

Por acaso nesta categoria gostei da nomeação para Uwe Boll e qualquer camera, argumento e actor.


Fiquei sem perceber a "vitória" de Indiana Jones para a categoria em que foi nomeado.

Mas a teoria que surge, na minha mente, é o existente universo à volta da saga do arqueólogo que viu nascer fãs "nerds", que estabeleceu algumas regras e pontos de vista, algo como Star Wars, e a um minimo erro ou alguma alteração, estes não perdoam e os criadores são massacrados.


Já falei sobre o pior realizador mais acima e a minha opinião sobre o pior argumento é igual a do pior filme.


Uwe Boll, parabéns pelo prémio atribuido a tua espectacular carreira. Parece que tens de continuar a lutar contra os teus criticos, que não tem a minima experiencia em desportos de luta.


Espero opiniões vossas meus caros, estarão os prémios bem entregues?


Atenciosamente,

DARKfm
Deixa-nos a tua opinião sobre este post:

Postar um comentário

28/02/2009 13:47 |Blogger Puskás  
Por acaso também não concordo nada com a nomeação do Indiana Jones. Não foi o melhor filme dos quatro mas sinceramente não foi tão mau ao ponto de levar este rótulo.
(c)2009 A Outra Galáxia | aoutragalaxia@gmail.com
Optimizado para Firefox 3+ e Internet Explorer 7+ a 1280*1024