Scorpions: 40 anos ao serviço do Rock!
publicado por Skywriter™
Para celebrar o prémio de carreira atribuído aos germânicos Scorpions, no Echo Awards, proponho-vos uma viagem "down memory lane". No entanto, não é uma viagem pelos temas mais conhecidos ou com maior sucesso, antes pelo contrário, vou-vos mostrar os temas menos conhecidos mas que são igualmente grandes malhas.

1972: In Search Of The Peace Of Mind, do álbum de estreia "Lonesome Crow".
Um tema que conta com a poderosa voz de Klaus Meine em grande destaque na parte final. Já nesta altura dava para perceber que este homem iria ter grande sucesso com a sua voz. Simplesmente poderosa. Na guitarra, o mestre Michael Schenker, na altura com 17 anos, se não me engano, já mostrava que a dominava a seu belo prazer.





1974: They Need A Million, do álbum "Fly To The Rainbow".
A musica começa lenta mas depressa se mostra num dos melhores temas do álbum. A guitarra está excelente, quer a parte acústica, quer a parte eléctrica. Este foi o primeiro álbum em que Uli Jon Roth participou como guitarrista dos Scorpions.





1975: Living And Dying, do álbum "In Trance".
Confesso que este é o unico album de originais dos germanicos que ainda não consegui comprar. Não conheço muito bem o album mas acho que este tema é bastante poderoso. Este album catapultou os Scorpions, para o mercado japonês.





1976: In Your Park, do álbum "Virgin Killer".
Esta é uma escolha difícil, pois todo o álbum tem grandes malhas. Mas esta faixa é, certamente, uma das minhas baladas favoritas da banda de Hannover. A parte final da canção é simplesmente linda. O álbum contém também outra grande balada, intitulada "Yellow Raven".





1977: Sails Of Charon, do álbum "Taken By Force".
Esta é uma daquelas faixas intemporais. Acho que em qualquer Top 10 de musicas da banda, feito por fãs, teria que estar este tema. A introdução é simplesmente genial, e, muitos já tentaram mas, ninguém consegue fazer uma cover decente deste tema. A letra e musica são autoria de Uli, naquele que seria o seu ultimo trabalho em estúdio com os Scorpions.





1979: Lovedrive, do álbum "Lovedrive".
Este album apresenta uma escolha difícil, já que, praticamente, todos os temas são conhecidos. Escolhi a faixa que dá titulo ao álbum para mostrar a mudança de sonoridade que se verificou com a entrada de Matthias Jabs para o lugar de Uli.





1980: Animal Magnetism, do álbum "Animal Magnetism".
Este também me deixou indeciso entre dois temas: este e "Only A Man". Acabei por escolher este, porque é bastante intenso, em que mais uma vez Klaus tem uma performance muito boa. Toda a sonoridade desta musica, torna-a num dos épicos da banda. Ah, e faz parte da banda sonora do filme The Wrestler!





1982: China White, do álbum "Blackout".
Falei em cima num dos épicos da banda, ora este tema é um dos outros. Um tema com um ritmo lento mas poderoso. A letra também é bastante potente. De salientar que este álbum, vem na sequência da perda da voz de Klaus, que se submeteu a intervenção cirúrgica e voltou "assim"!





1984: Crossfire, do álbum "Love At First Sting".
A principio tinha escolhido outra musica para este álbum mas depois de ouvir este tema, mais uma vez, mudei de ideias. A letra é bastante poderosa e os solos de guitarra são excelentes. Um hino, talvez, completamente desconhecido do grande publico.





1988: We Let It Rock... You Let It Roll, do álbum "Savage Amusement".
Outra grande malha. Dá para sentir o poder que esta musica transmite.





1990: Lust Or Love, do álbum "Crazy World"
Mais uma escolha bastante difícil, todo o álbum está recheado de grandes malhas, do principio ao fim. A escolha acabou por recair em neste Lust Or Love. Mais um tema de puro Rock.





1993: Woman, do álbum "Face The Heat".
Esta está no meu Top 5 de baladas da banda. Simplesmente arrepiante. Tudo é sublime nesta faixa, mas principalmente a voz de Klaus. Destaque ainda para "Destin", outra balada lindíssima incluída neste álbum.




1996: When You Came Into My Life, do álbum "Pure Instinct".
Este é outro álbum bastante bom. E este tema é, de caras, o meu favorito do álbum todo. Outra daquelas baladas lindíssimas. A versão alternativa ainda consegue ser melhor!





1999: Yellow Butterfly, do álbum "Eye To Eye".
Antes de mais deixem-me que vos diga que este album é o mais "underated" de toda a carreira da banda e, a meu ver, muito injustamente. Este Yellow Butterfly é dos temas mais poderosos do album a par de "Mind Like A Tree". O "solo" inicial da bateria é excelente (vénia a James Kottak) e os solos de guitarras são igualmente geniais. Destaque ainda para o tema "Skywriter" lol.





2004: Blood Too Hot, do álbum "Unbreakable".
Este é um dos grandes temas deste álbum. Os Scorpions regressavam assim aos grandes álbuns, depois do "fracasso" de Eye To Eye.





2007: We Will Rise Again, do álbum "Humanity: Hour I"
Este é definitivamente o melhor tema deste álbum. Uma sonoridade bastante diferente da que a banda sempre teve mas completamente actual e poderosa.





E para terminar deixo-vos com Bis Wohin Reicht Mein Leben, uma participação especial de Klaus Meine no Rilke Projekt. O resultado é este: uma balada lindíssima, cantada em alemão.




E a viagem acaba aqui. Espero que tenham gostado, tanto quanto eu gostei de recordar todos estes temas de uma das melhores banda rock de sempre, que nunca teve tanto sucesso quanto merecia.

Da minha parte é tudo. Até à próxima.

Marcadores: ,

Deixa-nos a tua opinião sobre este post:

Postar um comentário

26/03/2009 21:25 |Anonymous p´davis  
scorpions sublime... acho que devo dar os parabens ao sky!
bjs
P´davis
(c)2009 A Outra Galáxia | aoutragalaxia@gmail.com
Optimizado para Firefox 3+ e Internet Explorer 7+ a 1280*1024